<<<Voltar

CRM-SC participa de reunião da Comissão de Saúde da Alesc referente a COVID-19 no estado

Publicado em:

O presidente do CRM-SC, Marcelo Neves Linhares, participou nesta quarta-feira, 13/5, de reunião por videoconferência, da Comissão de Saúde, da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. A pauta do encontro foi tomar conhecimento das ações que o CRM-SC e o Conselho Regional de Enfermagem (COREN) estão realizando neste período de pandemia de COVID-19.

O presidente do Conselho respondeu aos questionamentos dos membros da Comissão referente aos atendimentos prestados aos suspeitos e confirmados de COVID-19, retomada dos procedimentos cirúrgicos eletivos e preocupação quanto à saúde mental dos médicos. Linhares relatou que o CRM-SC desde o início da quarentena disponibilizou canais para colher informações e caso necessário tomar providências, quanto a falta de EPIs, além de outro exclusivo para os diretores técnicos dos estabelecimentos de saúde.

Também criou um espaço para os médicos informarem de forma espontânea e sigilosa caso foram acometidos pela COVID-19. A saúde mental dos médicos também recebeu atenção da autarquia que disponibilizou acesso para suporte emocional em parceria com a Associação Catarinense de Psiquiatria.

DISPONIBILIDADE DE MÉDICOS

“O número de profissionais em nosso estado é suficiente para o atendimento da pandemia, mas nos preocupa muito a saúde dos profissionais da saúde, que continuam obrigados a cumprir horário nos ambulatórios sem funcionamento pleno e sem cirurgias eletivas nos hospitais. Isso aumenta a chance de contaminação”, relatou o presidente do CRM-SC.

Outro assunto abordado foi quanto ao retorno dos procedimentos eletivos no estado. Marcelo Linhares ressaltou que no início da pandemia o Conselho emitiu uma recomendação para que os serviços privados de saúde e conveniados seguissem a mesma decisão das autoridades sanitárias, a fim de evitar a possível falta de leitos e EPIs e a disseminação do vírus. “Mas entendemos que de forma gradativa e segura esses serviços devem ser retomados em nosso estado”.

TRATAMENTO

Perguntado sobre o uso da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19, o presidente respondeu que, “o CRM-SC não preconiza que o uso seja indiscriminado, mas somente com receita médica quando indicado”. E sobre a instalação de um hospital de campanha, respondeu que, “no momento não acha necessário. O ideal é que os hospitais existentes sejam vocacionados para o atendimento à Covid-19. Há muitos leitos hospitalares ociosos na capital e no interior neste momento”, salientou Linhares.

Curta e Compartilhe: