<<<Voltar

Fiscalizações em 2019 priorizaram orientar os estabelecimentos de saúde

Publicado em:

Atento à boa prática da medicina e à segurança da população o CRM-SC realizou em 2019, em todas as regiões do estado, 305 fiscalizações. Foram fiscalizados estabelecimentos clínicos, hospitais, consultórios e unidades de saúde públicas, sempre com o intuito pedagógico no sentido de adequar os estabelecimentos de saúde para garantir a segurança do atendimento.

As principais irregularidades encontradas durante as fiscalizações foram estabelecimentos sem registro no CRM (17,4%), seguido de certificação desatualizada (14,4%) e a análise de adequações ou serviços prestados pelos estabelecimentos (11,1%). O setor de Fiscalização também vistoriou os atendimentos médicos realizados nos mutirões de oftalmologia, atendimentos com auxílio de ambulância. O conselheiro e coordenador do Setor de Fiscalização do CRM-SC, Vicente Pacheco Oliveira, relata que é muito frequente os estabelecimentos prestarem serviços, sem possuir inscrição no CRM, o que configura infração ética e sujeita à ação disciplinar imposta pelo Conselho.

O maior número de fiscalizações ocorreu em Florianópolis, foram 45, seguido pelo Litoral Norte com 45, Meio-Oeste com 38, Sul com 36, Grande Florianópolis com 31, região Nordeste com 30, Vale do Itajaí com 25, Oeste com 21, Planalto Serrano com 10, Planalto Norte com 9 e no Alto Vale do Itajaí foram 7.

A preocupação com falta de profissionais médicos e problemas estruturais nos hospitais do estado também motivou o CRM-SC a realizar fiscalizações e visitas in loco, com a presença do presidente do Conselho, em estabelecimentos de diferentes regiões. O presidente do CRM-SC, Marcelo Neves Linhares, ressalta, “nosso interesse foi conhecer de perto a realidade dos hospitais e o de assegurar aos médicos as condições adequadas para trabalhar em segurança e proteger a população”.

No Portal da Transparência – Atividade Conselhal está disponível o relatório completo das fiscalizações realizadas em 2019.

Curta e Compartilhe: